Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

Momento "Poético" (ou nõo...)- "Ódio"

 

Ódio. Puro e Simples.

Como o Vodka deve ser!

Simples e imediato, como o que me vem à cabeça, quando penso em ti.

Ódio por me ter entregue desta maneira e, odio por me teres entregue às feras.

Ódio da fera, do abutre em que te tornaste, egoista, alarve, roubando aos caçadores a presa, marcando o seu territorio e, deixando depois pelo chao o meu cadaver, a apodrecer, pelo simples prazer de matar se de fome estar acometido...

Ódio a esse silencio de luto, das promessas, dos beijos, do abandono das esperanças, das caricias, do sofrimento, do frio, da segurança, da dor, das confissões, dos suspiros, dos conselhos, da cor dos olhares, dos sorrisos da musica, dos abraços, do cheiro dos sentimentos, do calor, do consolo, da traiçao dos castigos, do vento da tristeza, do destino...

e do prazer do tempo...


publicado por xphreak às 14:57
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30
31


.posts recentes

. A anedota que é Portugal!...

. Momento "Poético" (ou nõ...

. Fura Greves!!!

. Tou de Greve!!!

. Estou a falhar!!!!

. Para pensar!

. Protesto dos Camionistas

. Parabens D.Dreamer!

. Eventualmente!!!

. Eu Fui!!! Talvez vá outra...

.arquivos

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds